segunda-feira , 27 fevereiro 2017
Capa » Série de Debates » Série de Debates “Ciência, Riscos e Desastres”
cemaden - serie de debates

Série de Debates “Ciência, Riscos e Desastres”

Apresentação

Promover o intercâmbio científico e ampliar os debates e pesquisas sobre monitoramento e redução de riscos de desastres têm sido os objetivos principais da Série de Debates “Ciência, Riscos e Desastres”, instituída, desde 2013,  pelo  Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Os debates abordam temas interdisciplinares, associados às áreas de gestão de risco de desastres, como :

  • modelos de sistemas de alerta;
  • análise de vulnerabilidade a desastres;
  • modelagem integrada de riscos de desastres associados a deslizamentos, inundações e secas;
  • meteorologia aplicada ao monitoramento;
  • sensoriamento remoto aplicado a desastres;
  • avaliação de impactos socioeconômicos em desastres;
  • tecnologias e inovações para prevenção de desastres;
  • e outras áreas afins, como, por exemplo, educação para redução do risco de desastres.

Nessas discussões, também são convidados pesquisadores (as) de outras instituições científicas e de universidades, tanto nacionais como internacionais, além de representantes dos três níveis de governo. O objetivo é fortalecer a interface entre ciência e formulação de políticas públicas para prevenção e redução do risco de desastres.

Algumas palestras são transmitidas ao vivo pelo Youtube e depois são disponibilizadas no seguinte endereço:
https://www.youtube.com/channel/UCli7dG6pJ6wPkJs53x3FK-w

  • 2017 
  • 2016 

Palestras realizadas e programadas para 2017 (em atualização):

JANEIRO

JANEIRO

FEVEREIRO

FEVEREIRO

 

MARÇO

MARÇO

ABRIL

ABRIL

MAIO

MAIO

JUNHO

JUNHO

JULHO

JULHO

AGOSTO

AGOSTO

SETEMBRO

SETEMBRO

OUTUBRO

OUTUBRO

NOVEMBRO

NOVEMBRO

DEZEMBRO

DEZEMBRO

Palestras realizadas em 2016

JANEIRO

JANEIRO

 15/01 – 14h00: “Análise da participação social no contexto da gestão de riscos ambientais na bacia hidrográfica do rio Indaiá, Ubatuba-SP” (Dra. Débora Olivato/CEMADEN)

20/01 – 14h00: “Uma abordagem para qualificar e apoiar o processo de decisão na gestão de desastres” (Msc. Flávio Horita/ICMC USP)

FEVEREIRO

FEVEREIRO

02/02 – 14h00: “Monitoramento de riscos atuais e futuros: aprendizados e potencialidades da parceria Brasil – JRC/União Europeia” (Dr. José Marengo, Dr. Marcelo Zeri, Dr. Diego Souza, Dr. Mário Mendiondo – CEMADEN)

MARÇO

MARÇO

08/03 – 14h00: “Sistemas de previsão hidrológica: experiências e desafios operacionais” (Dr. Márcio Moraes – CEMADEN)

15/03 – 14h00: “Caracterização automática de bacias hidrográficas à montante de pontos de coleta de dados e polígonos de risco hidrológico a partir de Otto Bacias da ANA” (Dra. Viviana Munhoz – CEMADEN)

21/03 – 09h00: “Inundações no Nordeste brasileiro: o caso das bacias dos rios Mundaú e Paraíba AL/PE” (Dr. Samuellson Cabral – CEMADEN)

23/03 – 14h00: “Sistema de Monitoramento em tempo real de movimentação de terreno baseado em radar terrestre” (Dra. Fernanda Ledo)

28/03 – 14h00:Sistemas de monitoramento e alerta de deslizamentos: experiências, desafios e responsabilidades” (Dr. Ângelo Consoni – CEMADEN)

30/03 – 14h00:Uso da assimilação de dados de radar para previsão de curto prazo” (Msc. Rute Costa Ferreira – INPE)

ABRIL

ABRIL

07/04 – 08h30: “Logística de operações humanitárias” (Dr. Irineu Brito –FATEC-SJC)

11/04 – 14h30: “Ferramentas de auxílio à decisão na gestão da biodiversidade das áreas protegidas” (Dra. Heloísa Tozato – JRC)

12/04 – 14h00: Ferramentas para diagnóstico e prognóstico de inundações bruscas (flash floods) (Msc. Luiz Bacelar – CEMADEN)

14/04 – 14h00: SISPAD: Sistema para suporte à pesquisa e apoio à decisão (Márcio Rossato – CEMADEN)

18/04 – 14h00: Comunicação de risco (Dra. Roberta Bacelar – Universidade Anhanguera)

MAIO

MAIO

03/05 – 15h00: Plano Nacional de Adaptação de Rodovias Federais a Desastres Naturais e Desastres Naturais Recorrentes (Dra. Soraia Schneider, Dr. Tairi Ikeda e Dr. Valter Tani, do LabTrans/UFSC)

10/05 – 15h00: A relação entre o restabelecimento e a ligação entre ajuda humanitária e desenvolvimento: em resposta às inundações recorrentes em Moçambique; Custo da inundação do ano de 2015 em Rio Branco, Acre (MSc. Dorien Dolman, Wageningen University and Research Center, the Netherlands)

19/05 – 10h00: Taking stock of volunteered geographic information for improving urban resilience: lessons learned and way ahead (Dr. João Porto de Albuquerque, Warwick University)

19/05 – 14h00: Interrogating the Dashboard: Data, Indicators and Decision-making (Dr Nathaniel Tkacz, Warwick University)

25/05 – 14h00: Gestão de riscos de desastres: princípios básicos (Dra. Silvia Saito – CEMADEN)

31/05 – 14:00: Resultados obtidos a partir da análise qualitativa dentro da sala de situação do CEMADEN: um enfoque na emissão de alertas (Dr. Flávio Horita – ICMC/USP) 

JUNHO

JUNHO

07/06 – 14h00: Previsão de cheias na bacia hidrográfica do rio Itajaí-Açu/SC, usando previsão numérica de tempo e modelagem hidrológica (Dr. Leandro Casagrande/CEMADEN)

09/06 – 10h00: Reflexões e experiências sobre Programas Científicos no Brasil (Dr. Michael Keller/EMBRAPA)

13/06 – 14h00: “Metrópole: Um Modelo Integrado para analisar a tomada de decisão local e a capacidade adaptativa frente às mudanças ambientais de grande escala: estudos de caso de comunidades no Brasil, Reino Unido e Estados Unidos” (Dr. José Marengo/CEMADEN)

14/06 – 14h00: Pertinência do monitoramento e alerta de solapamento de margens fluviais (terras caídas), pelo Cemaden, na Região Norte do Brasil (Dr. Ângelo Consoni/CEMADEN)

23/06 – 10h00:Impactos decorrentes da atuação de tornados e outros sistemas causadores de ventos severos” (Dr. Daniel Henrique Candido/CEMADEN)

29/06/2016 – 14h00: “Parcerias institucionais no contexto de monitoramento e desastres naturais”, Dr. Regina Célia dos Santos Alvalá/ CEMADEN) 

JULHO

JULHO

04/07/2016 – 14hs: “Os perigos e riscos vulcânicos: estudo de caso do vulcão Osorno-Chile”, Tèhrrie Konig, Geógrafa (UNICAMP).

20/07/2016 – 14h00: “Sistema S2iD e novas possibilidades de integração CENAD e CEMADEN”(Tiago Molina Schnorr / CENAD)

AGOSTO

AGOSTO

03/08/2016 – 14h00: “Projeto GIDES – Experiências do Treinamento no Japão” (Carla Prieto e Adenilson Carvalho/CEMADEN)

08/08/2016 – 14h00:Desastres y Derechos: un diálogo más allá de un sistema de normas y leyes” (Dra. Magdalena Hernández – UAM-Xochimilco/México)

17/08/2016 – 14h00:Usando a Internet das Coisas para Monitorar Desastres Naturais: um Estudo de Caso com Enchentes” (Dr. Jó Ueyama/ICMC-USP)

23/08/2016 – 14h00:Os riscos das mudanças climáticas para o Brasil” (Dr. Carlos Nobre – Coordenador Geral do INCT para Mudanças Climáticas).

31/08/2016 – 14h00:Avanços e desafios ao monitoramento dos impactos da seca no semiárido do Brasil” Dra. Ana Paula Cunha  (CEMADEN)

SETEMBRO

SETEMBRO

05/09/2016 – 14h00:Potencial de colaboração Cemaden-JRC em modelos de mapeamento de risco e sistema de monitoramento e alerta de inundação” (Dr. Conrado Rudorff – CEMADEN)

21/09/2016 – 14h00:Aspectos de Saúde Pública sob o escopo das convenções para redução de risco de desastres” (Dra. Luciana Londe – CEMADEN)

27/09/2016 – 14h30:Drought and temperature extremes in Amazonia during El Niño 2015–2016” (Dr. Jonathan Barichivich/ Center for Climate and Resilience Research)

OUTUBRO

OUTUBRO

17/10/2016 – 14h00:Automação da geração e modelo de alerta na etapa experimental do Projeto Gides” (Dr.Ângelo Consoni – CEMADEN)

27/10/2016 – 16h00: Além dos números – a criação de uma linha de pesquisa envolvendo Matemática e Desastres” (Dr. Leonardo Bacelar – CEMADEN)

31/10/2016 – 14h30: “O Enigma do Brasil: Estrategias Brasileiras e Enquadramento de Eventos Extremos como Manifestações de Mudanças Climáticas” (Dra. Myanna Lahsen – CCST/INPE)

NOVEMBRO

NOVEMBRO

01/11/2016 – 14h30:O impacto socioeconômico da inundação de 2015 no Rio Branco” (MSc Dorien Dolman / Universidade de Wageningen, Holanda)

09/11/2016 – 10h00: “Inundações em áreas urbanas em São José dos Campos” (Dra. Iria Vendrame – ITA) (sem transmissão via YouTube)

16/11/2016 – 14h00: Projeto REDEGEO” (Dr. Márcio Andrade e Dr. Rodolfo Mendes – CEMADEN)

29/11/2016 – 14h00: Towards a robust global methodology to assess coastal impacts and adaptation policies” (Dr.Michalis Vousdoukas, Dr. Evangelos Voukouvalas, Dr. Lorenzo Mentaschi, and Dr. Luc Feyen – Joint European Research Centre)

DEZEMBRO

DEZEMBRO

07/12/2016 – 14h00:Avaliação da previsão probabilísticas de vazões na bacia do Rio Doce e potencial de uso em sistemas operacionais” (Dr.Javier Tomasella e Dra.Rochane Caram – CEMADEN)

08/12/2016 – 10h00: “Método para Detecção  de Padrões Atmosféricos para Frentes Frias em Santa Catarina e no Rio de Janeiro (MeDPAt-Frentes)” (Dr. Giovanni Dolif – CEMADEN)

09/12/2016 – 09h30: “A divisão de geoprocessamento do DNIT – Por que e Para que? ” (MSc. Daniel Lanza – DNIT) (sem transmissão pelo YouTube)

15/12/2016 – 15h00: Populações de várzea da Amazônia: características da paisagem e seus efeitos na provisão de serviços ecossistêmicos e bem-estar humano” (Dra.  Vivian F. Renó – INPE)