Capa » Noticias » Pesquisadores e representante do governo do Japão visitam o Cemaden

Pesquisadores e representante do governo do Japão visitam o Cemaden

Uma comitiva japonesa composta por pesquisadores de institutos da área de Meterologia, de cooperação científica e por representante do governo do Japão, esteve, na manhã desta terça-feira (12), no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP), visitando o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. O objetivo foi o de conhecer o desenvolvimento das atividades de monitoramento geo-hidrometeorógico e discutir as possibilidades de acordos de cooperação técnica-científica entre o Brasil e Japão.

O diretor do Cemaden, Osvaldo Moraes, o coordenador-geral de Pesquisa e Desenvolvimento, Mario Mendiondo e o chefe da Divisão de Operação e Modelagem, Carlos Frederico Ângelis fizeram a apresentação dos trabalhos desenvolvidos na instituição, bem como a missão do Cemaden na área de monitoramento e alerta, dentro do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais, que envolve diversos ministérios do governo brasileiro.

A comitiva japonesa expôs o interesse em desenvolver a cooperação técnico-científica com o Cemaden, inclusive com parcerias para a capacitação e intercâmbio de informações e desenvolvimento de pesquisas e tecnologias. Outro ponto discutido foi o de intercâmbio de dados e informações meteorológicas entre os dois países, com a finalidade de aprimorar os trabalhos de monitoramento e alerta de desastres naturais. Propôs a elaboração de uma agenda de reuniões para definirem os pontos de interesses de intercâmbio entre as instituições.

“Considero extremamente importantes essas discussões e aberturas de novos acordos e intercâmbios técnico-científicos, principalmente com os países como o Japão, que tem uma experiência e modelos tecnológicos para a redução dos riscos de desastres naturais.”, enfatiza do diretor do Cemaden, Osvaldo Moraes. “Essas cooperações técnicas são significativas para os esforços e trabalhos direcionados à diminuição dos impactos sociais e econômicos provocados pelos eventos climáticos extremos.”, finaliza o diretor.

A comitiva japonesa que se reuniu com a direção e coordenadores do Cemaden era composta pelo chefe da Divisão de Projetos no Exterior, do Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo, Kosuke Fujita; pelo pesquisador da Agência Meteorológica do Japão, Naoki Tsukamoto; pelo diretor do Departamento de Pesquisa, Ryo Masutomo e pelo pesquisador Hideshige IIda, ambos do Instituto de Pesquisas da “Japan Transport Cooperation Association (JTCA).

20160112_085132

Confira também

Com participação do MCTI e MEC-Capes, Cemaden Educação apresenta propostas aos professores sobre atividades do “Ciência na Escola”

A equipe do Cemaden Educação, programa do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres …