Capa » Noticias » Pesquisadora do Cemaden participa de discussões sobre mudanças climáticas, redução de riscos de desastres e saúde pública

Pesquisadora do Cemaden participa de discussões sobre mudanças climáticas, redução de riscos de desastres e saúde pública

Com projetos de pesquisa e estudos envolvendo interfaces entre desastres, vulnerabilidade socioambiental e saúde pública, a pesquisadora Luciana Resende Londe, do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), participou, a convite da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz),  da Oficina  de Trabalho “Mudanças Climáticas, Redução de Riscos de Desastres e Emergências em Saúde Pública nos níveis global e nacional”.

Promovido pela Fiocruz, o evento reuniu pesquisadores, cientistas e gestores para discutir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Foram abordados temas relacionados a desastres, às mudanças climáticas com os que envolvem a necessidade de reforçar a capacidade de todos os países, em particular, os países em desenvolvimento, para o alerta, redução de riscos e gerenciamento de riscos nacionais e globais de saúde.  O encontro foi realizado na última semana de setembro (25), no Rio de Janeiro.

O Cemaden foi convidado para integrar os debates nas discussões sobre as ameaças à saúde em tempos de globalização, incluindo doenças emergentes e pandemias, relacionados a desastres naturais e climáticos. Também, foram abordados os requisitos para a construção de um sistema nacional de vigilância capaz de prever, detectar e prevenir riscos à saúde, examinando a situação atual e futura da organização da rede de instituições/laboratórios de referência. Além do Cemaden, entrou nesse item de discussões de pesquisadores e profissionais dos Centros de Estudos e Pesquisas sobre Desastres da universidades brasileiras, do Observatório Clima e Saúde, do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil – (SINPDEC) e do Vigidesastre do Ministério da Saúde.

“A aproximação e parceria entre Fiocruz e Cemaden traz novas perspectivas para a realização de excelentes trabalhos e a união de esforços e de conhecimentos científicos em prol da sociedade”, afirma a pesquisadora do Cemaden, Luciana Londe, destacando que tem admiração pela organização dos profissionais da Fiocruz e complementa: “Os debates envolvendo diversas instituições contribuirão para subsidiar a implementação de políticas e protocolos de enfrentamento dos problemas na temática do encontro.”

Fonte: Ascom/Cemaden

Confira também

Cemaden participa da semana de Ciência e Tecnologia em Brasília e organiza atividades para o Vale do Paraíba

Há 15 anos, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) insere o mês …