segunda-feira , 17 fevereiro 2020
Capa » Pesquisa » Impactos potenciais de inundações em infraestruturas de transporte e mobilidade urbana

Impactos potenciais de inundações em infraestruturas de transporte e mobilidade urbana

Apresentação 

Infraestruturas de transportes são a base física para o fenômeno da mobilidade em diferentes escalas temporais e espaciais.

Rodovias (federais, estaduais e municipais) conectam o país e contribuem para seu desenvolvimento. Interrupções em rodovias em decorrência de desastres naturais podem conduzir regiões a graves crises de abastecimento e situações de isolamento.

Na escala das cidades e regiões metropolitanas, alagamentos e inundações podem afetar importantes zonas e rotas, com impactos na mobilidade urbana, no setor econômico, e mesmo risco a vidas humanas.

Dados do Sistema Nacional de Viação (SNV), da Gerência de Pavimentos e de Pesquisas Origem-Destino são analisados concomitantemente a áreas de susceptibilidade a desastres naturais, redes de drenagem (mapeadas em campo e obtidas por Modelos Digitais de Elevação) hierarquizadas e classificadas, e bacias hidrográficas delimitadas à montante de pontos de especial interesse do setor de transportes.

A mensuração de impactos potenciais (pré-evento) é parte fundamental na construção de cenários, representando valiosa ferramenta de apoio à decisão no gerenciamento de riscos de desastres naturais – seja para planejamento, seja para monitoramento e alertas.

Operações diretamente em Bancos de Dados Geográficos permitem uma maior versatilidade e eficiência, enquanto que a produção de mapas temáticos em Sistemas de Informações Geográficas torna as informações claras ao tomador de decisão.

Índices que permitem quantificar o total de indivíduos expostos a um evento, nas componentes residencial, de origem-destino e de rota, colaboram para uma perspectiva dinâmica do risco.

Termos chaves da temática de desastres naturais, como vulnerabilidade, robustez e resiliência, tem análogos de mais fácil quantificação em Ciência não linear e Teoria da Complexidade (ex. Redes Complexas) – a construção de pontes conceituais subsidia produtos operacionais no gerenciamento de riscos, monitoramento e alertas de desastres naturais.

O grupo de Pesquisa AmbientEMobilidade (http://ambientemobilidade.wix.com/site) conta com vários pesquisadores, de diferentes regiões do país, e tem diversos trabalhos nessa temática. [/toggle]

Pesquisador Leonardo Bacelar Lima Santos

Pesquisador Adjunto do Cemaden. Graduação em Física pela Universidade Federal da Bahia – ênfase em Física Estatística. Mestrado em Computação Aplicada (CAP), pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) – Problemas Inversos em Sistemas Térmicos e Mecânicos. Doutorado na CAP – Redes complexas espaciais aplicadas a questões de mobilidade urbana e aplicações em epidemiologia. Possui mais de 15 artigos completos publicados em periódicos, mais de 70 citações (google scholar), e mais de 40 trabalhos apresentados em congressos de desastres naturais, matemática, computação, física, engenharia, geografia e biologia. Experiência didática em graduação e pós-graduação, em disciplinas como Redes Complexas, Inteligência Artificial, Gestão de Projetos, Pessoas e Conhecimento. Docente da pós-graduação em Computação Aplicada do INPE. Pesquisador Principal em projeto Universal CNPq e Pesquisador Associado em Temático FAPESP. Membro do grupo de pesquisa AmbientEMobilidade (http://ambientemobilidade.wix.com/site).

Email:  leonardo.santos@cemaden.gov.br
Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/9147853693310634

Confira também

Publicações