Capa » Riscos geo-hidrologicos » 22/02/2021 – Previsão de Risco Geo-Hidrológicos

22/02/2021 – Previsão de Risco Geo-Hidrológicos

Nesta segunda-feira (22/02/2021), o cenário de risco de eventos geo-hidrológicos para as mesorregiões do Brasil é apresentado a seguir:

 

Risco Hidrológico 

 

  • Região Norte: Amazonas, Acre, Pará e Rondônia.

Considera-se MODERADA a possibilidade de ocorrência de eventos hidrológicos (Figura 1) nas mesorregiões Sudoeste e Sul do Amazonas, em todo Estado do Acre e na mesorregião Madeira-Guaporé/Rondônia em decorrência da elevação gradual dos Rios Juruá, Tarauacá, Purus, Acre e Madeira, os quais estão em cota de transbordamento e alerta em vários pontos das bacias. Na Região Metropolitana de Manaus há previsão de pancadas ao longo do dia, com possibilidade de enxurradas, alagamentos urbanos  e inundações de pequenos córregos. No Pará os rios Parauapebas e  Itacaiúnas em Marabá/PA encontram-se em cota de transbordamento e alerta. 

 

  • Região Sudeste: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo.

Considera-se ALTA a possibilidade de ocorrência de eventos hidrológicos (Figura 1) no norte do Rio de Janeiro e sul do Espírito Santo e Zona da Mata Mineira,  onde há previsão de pancadas somado aos acumulados prévios, em decorrência da elevação gradual dos Rios Carangola e Muriaé o qual se encontra em cota de transbordamento e alerta, ao longo da bacia. Ainda considera-se MODERADA a possibilidade de ocorrência de eventos hidrológicos (Figura 1) nas mesorregiões central, litoral norte e noroeste do Espírito Santo, Região Metropolitana de Belo Horizonte, no Vale do Rio Doce e do Mucuri, no Sul Fluminense, Região Serrana e Metropolitana do Rio de Janeiro, no Vale do Paraíba, litoral norte, Região Metropolitana de São Paulo e Baixada Santista, onde há previsão de pancada de chuva a qualquer hora do dia, favorecendo a ocorrência de alagamentos, inundações de pequenos rios e enxurradas em áreas urbanas.

Figura 1 – Mesorregiões brasileiras com possibilidade de ocorrência de eventos hidrológicos. Este mapa é feito por uma equipe multidisciplinar, levando em consideração as condições dos cenários de riscos hidrológicos atuais somados à previsão de chuva.

 

Risco Geológico

 

  • Região Sudeste: Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Considera-se ALTA a possibilidade de ocorrência de movimentos de massa na
Região Serrana do Rio de Janeiro e na Zona da Mata Mineira, devido ao volume de chuva já registrado nas últimas 48 horas e à previsão de chuva a qualquer hora do dia.

Considera-se MODERADA a possibilidade de ocorrência de movimentos de massa (Figura 2) para a Região Metropolitana de Belo Horizonte, Campos das Vertentes, no Vale do Rio Doce, no sul do Espírito Santo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro e noroeste fluminense, onde há previsão de chuva moderada, podendo deflagrar deslizamentos de terra.

 

  • Região Nordeste: Bahia

Considera-se MODERADA a possibilidade de ocorrência de movimentos de massa na Região Metropolitana de Salvador, devido à previsão de pancadas de chuva e a alta suscetibilidade da região.

Figura 2 – Mesorregiões brasileiras com possibilidade de ocorrência de eventos de movimento de massa. Este mapa é feito por uma equipe multidisciplinar, levando em consideração as condições dos cenários de riscos geológicos atuais somados à previsão de chuva.

Gostaria de contribuir registrando ocorrência de eventos de caráter geodinâmico (movimento de massa) e/ou hidrológico (inundação e/ou enxurrada) no seu município?  Sua informação é bem-vinda,  mesmo  ocorrências  pequenas são de extrema importância para avaliar a qualidade dos alertas emitidos pelo CEMADEN.

Por gentileza, preencha o breve questionário no link abaixo: http://www.cemaden.gov.br/ocorrencias/index.php

Confira também

03/03/2021 – Previsão de Risco Geo-Hidrológicos

Nesta quarta-feira (03/03/2021), o cenário de risco de eventos geo-hidrológicos para as mesorregiões do Brasil …