Capa » Noticias » Prevenção do risco de desastres foi debatido no Maranhão pelos pesquisadores do Cemaden

Prevenção do risco de desastres foi debatido no Maranhão pelos pesquisadores do Cemaden

Pesquisadores do Cemaden e da equipe do Cemaden Educação no trabalho de campo, no Maranhão, com participantes do minicurso “Escolas e comunidades na prevenção e redução de desastres em rede”

 

Palestras, minicurso, oficinas e lançamento de livro científico foram as contribuições dos pesquisadores e da equipe do Cemaden Educação –  do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) –  no II Workshop do Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais e do IV Workshop de Geotecnologias do Maranhão, realizado em São Luís, no Maranhão.

O evento contou com a presença  de professores, estudantes e profissionais da áreas de pesquisa, ambiental e de gestão de desastres. O objetivo foi o intercâmbio de conhecimentos e debates nas  temáticas envolvendo as áreas de geodiversidade e das geotecnologias e suas respectivas aplicações no Maranhão.

A coordenadora do Cemaden Educação – Rachel Trajber realizou a abertura do evento com a palestra “Educação na prevenção de desastres, uma temática emergente e emergencial”, apresentando a proposta do projeto e como as instituições podem fazer parte da rede de colaboração.  No evento, foi divulgada a Campanha #AprenderParaPrevenir, incentivando a participação do Estado do Maranhão na campanha,  com o registro das ações, atividades e projetos desenvolvidos na área ambiental e de prevenção de riscos de desastres pelas comunidades escolares, Defesas Civis e universidades.

As inscrições para a campanha poderão ser realizadas até o dia 01 de outubro de 2018, no site : http://educacao.cemaden.gov.br/aprenderparaprevenir2018.

No evento, foi dado o minicurso “Escolas e comunidades na prevenção e redução de desastres em rede”, pela equipe do Cemaden Educação (Rachel Trajber, Débora Olivato, Patrícia Matsuo) e pelos pesquisadores do Cemaden, Victor Marchezini e Liana Anderson. Participaram professores e estudantes de diversas universidades, do ensino básico e técnico, além de integrantes da Defesa Civil e do setor da saúde. A programação incluiu dinâmicas de grupo, atividades de campo e oficinas das atividades do site Cemaden Educação (cartografia social, história oral e pluviômetro). Cada instituição elaborou uma proposta de intervenção educativa para ser desenvolvida nos próximos três meses.

A pesquisadora do Cemaden, Liana Anderson, participou da mesa-redonda “Geotecnologias e Riscos Ambientais” e também houve o  lançamento do livro “Redução da vulnerabilidade a desastres: do conhecimento à ação” por um dos organizadores da obra, Victor Marchezini,  e por mais quatro autores: Rachel Trajber, Débora Olivato, Humberto Gallo Júnior do Instituto Florestal de São Paulo e Lutiane Queiroz de Almeida da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Os workshops ocorreram entre os dias 25 e 28 de junho passado e foram promovidos pela Universidade e pelo Instituto Federal do Maranhão,  além do Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais, Colégio Universitário e  Universidade CEUMA.

 (Fonte: Ascom-Cemaden)

Abertura do Workshop no Maranhão pela coordenadora do Cemaden Educação, Rachel Trajber e divulgação da Campanha #AprenderParaPrevenir

 

Oficina de Cartografia Social promovida pelo Cemaden Educação

 

Oficina do Cemaden Educação com participantes do workshop no Maranhão

 

Confira também

Cemaden e IAI discutem cooperação técnico-científica em países interamericanos

  A formalização de um acordo de cooperação técnico-científico para intercâmbio, capacitação, monitoramento e pesquisas …