Capa » Noticias » Prevenção do risco de desastres foi debatido no Maranhão pelos pesquisadores do Cemaden

Prevenção do risco de desastres foi debatido no Maranhão pelos pesquisadores do Cemaden

Pesquisadores do Cemaden e da equipe do Cemaden Educação no trabalho de campo, no Maranhão, com participantes do minicurso “Escolas e comunidades na prevenção e redução de desastres em rede”

 

Palestras, minicurso, oficinas e lançamento de livro científico foram as contribuições dos pesquisadores e da equipe do Cemaden Educação –  do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) –  no II Workshop do Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais e do IV Workshop de Geotecnologias do Maranhão, realizado em São Luís, no Maranhão.

O evento contou com a presença  de professores, estudantes e profissionais da áreas de pesquisa, ambiental e de gestão de desastres. O objetivo foi o intercâmbio de conhecimentos e debates nas  temáticas envolvendo as áreas de geodiversidade e das geotecnologias e suas respectivas aplicações no Maranhão.

A coordenadora do Cemaden Educação – Rachel Trajber realizou a abertura do evento com a palestra “Educação na prevenção de desastres, uma temática emergente e emergencial”, apresentando a proposta do projeto e como as instituições podem fazer parte da rede de colaboração.  No evento, foi divulgada a Campanha #AprenderParaPrevenir, incentivando a participação do Estado do Maranhão na campanha,  com o registro das ações, atividades e projetos desenvolvidos na área ambiental e de prevenção de riscos de desastres pelas comunidades escolares, Defesas Civis e universidades.

As inscrições para a campanha poderão ser realizadas até o dia 01 de outubro de 2018, no site : http://educacao.cemaden.gov.br/aprenderparaprevenir2018.

No evento, foi dado o minicurso “Escolas e comunidades na prevenção e redução de desastres em rede”, pela equipe do Cemaden Educação (Rachel Trajber, Débora Olivato, Patrícia Matsuo) e pelos pesquisadores do Cemaden, Victor Marchezini e Liana Anderson. Participaram professores e estudantes de diversas universidades, do ensino básico e técnico, além de integrantes da Defesa Civil e do setor da saúde. A programação incluiu dinâmicas de grupo, atividades de campo e oficinas das atividades do site Cemaden Educação (cartografia social, história oral e pluviômetro). Cada instituição elaborou uma proposta de intervenção educativa para ser desenvolvida nos próximos três meses.

A pesquisadora do Cemaden, Liana Anderson, participou da mesa-redonda “Geotecnologias e Riscos Ambientais” e também houve o  lançamento do livro “Redução da vulnerabilidade a desastres: do conhecimento à ação” por um dos organizadores da obra, Victor Marchezini,  e por mais quatro autores: Rachel Trajber, Débora Olivato, Humberto Gallo Júnior do Instituto Florestal de São Paulo e Lutiane Queiroz de Almeida da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Os workshops ocorreram entre os dias 25 e 28 de junho passado e foram promovidos pela Universidade e pelo Instituto Federal do Maranhão,  além do Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais, Colégio Universitário e  Universidade CEUMA.

 (Fonte: Ascom-Cemaden)

Abertura do Workshop no Maranhão pela coordenadora do Cemaden Educação, Rachel Trajber e divulgação da Campanha #AprenderParaPrevenir

 

Oficina de Cartografia Social promovida pelo Cemaden Educação

 

Oficina do Cemaden Educação com participantes do workshop no Maranhão

 

Confira também

Cemaden abre inscrição para Bolsas PCI de pesquisadores nas áreas de Geociências e de Computação, com atuação em Hidrologia e Meteorologia

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) – unidade de pesquisa …