Capa » Noticias » Parceria entre Cemaden e IPPLAN amplia discussões sobre vulnerabilidade da mobilidade urbana

Parceria entre Cemaden e IPPLAN amplia discussões sobre vulnerabilidade da mobilidade urbana

As análises científicas sobre os impactos causados por inundações e alagamentos – no processo da mobilidade urbana  são os focos de discussões entre o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) – ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – e o  Instituto de Pesquisa, Administração e Planejamento (IPPLAN).

O acordo de cooperação técnica-científica, firmado há um ano entre o Cemaden e o IPPLAN, já resultou em seis artigos apresentados em congressos nacionais e internacionais, além de dois artigos em fase elaboração para revistas também nacionais e internacionais.

Entre os resultados das pesquisas está a estimativa do número de pessoas potencialmente afetadas por um episódio de inundação ou alagamento urbano, sob a ótica da mobilidade urbana, considerando os principais cursos d’água e as principais bacias hidrográficas da cidade de São José dos Campos (SP)..

”Trabalhos científicos nessa abordagem oferecem subsídios para a tomada de decisões pelos gestores públicos no processo de planejamento urbano”, destaca o pesquisador do Cemaden, Leonardo Santos.  “A parceria  nas pesquisas utiliza o conhecimento e experiência do IPPLAN na elaboração da Pesquisa Origem-Destino e suas múltiplas análises na mobilidade urbana, unidos à capacidade científica, tecnológica e de inovação do Cemaden”, explica o pesquisador.

Pesquisas sobre mobilidade urbana

O Acordo de Cooperação Técnica entre o Cemaden e o IPPLAN integra uma parte das atividades do grupo de pesquisa AmbientEMobilidade (AEM) e está em processo de inclusão no Diretório dos Grupos de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Em 2015 e 2016, foram realizadas duas edições do Encontro sobre Impactos Potenciais de Desastres Naturais em Infraestrutura de Transporte e Mobilidade Urbana (IPTMU), visando ampliar a discussão científica da temática com outros pesquisadores, com foco em aplicações operacionais e subsídio a políticas públicas. O evento foi organizado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) e pelo Cemaden, contando  com o apoio do IPPLAN, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e da empresa Squitter – soluções ambientais.

No que se refere especificamente aos impactos na mobilidade urbana, nas próximas atividades do acordo entre Cemaden e IPPLAN, está previsto o  aprofundamento da pesquisa, com a finalidade de desenvolver propostas para redução, monitoramento e gestão dos riscos de desastres. Esse trabalho tem a perspectiva de integrar a política urbana com os planos de recursos hídricos, dentro do que institui a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil – PNPDEC.

 

As informações sobre as linhas de pesquisas sobre mobilidade urbana estão disponibilizados no link :  http://www.cemaden.gov.br/impactos-potenciais-de-inundacoes-em-infraestruturas-de-transporte-e-mobilidade-urbana/

 Link : http://ambientemobilidade.wixsite.com/site.

Pesquisas sobre mobilidade urbana podem ser acessadas pelos links :

Urban mobility data to support the assessment of dynamic vulnerability to disasters.

http://ieeexplore.ieee.org/document/7402036/?tp=&arnumber=7402036&url=http:%2F%2Fieeexplore.ieee.org%2Fstamp%2Fstamp.jsp%3Ftp%3D%26arnumber%3D7402036

Desastres naturais de origem hidrológica e impactos no setor de transportes -o caso de março de 2015 em São José dos Campos-SP

https://www.researchgate.net/publication/290433498_DESASTRES_NATURAIS_DE_ORIGEM_HIDROLOGICA_E_IMPACTOS_NO_SETOR_DE_TRANSPORTES_-O_CASO_DE_MARCO_DE_2015_EM_SAO_JOSE_DOS_CAMPOS-SP

Confira também

Cemaden participa de reunião do acordo bilateral entre Brasil e Países Baixos para cooperação técnica-científica

Aprimorar os processos de monitoramento, previsão e alerta, bem como as ferramentas de comunicação e …