Capa » Noticias » O tema “desastres socioambientais” é incluso em capacitação para professores

O tema “desastres socioambientais” é incluso em capacitação para professores

O tradicional curso “Uso Escolar do Sensoriamento Remoto para Estudo do Meio Ambiente”, oferecido pelo INPE, incluiu um módulo com atividades do Cemaden Educação.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – por meio do Projeto Cemaden Educação –  participou do curso, realizado entre 11 e 15 de julho, no campus do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais  (INPE), em São José dos Campos, tanto como cursista, quanto na condição de palestrante. Neste ano, o curso ampliou as temáticas abordadas para a apresentação de conceitos e práticas pedagógicas de prevenção e monitoramento de risco de desastres com o uso de tecnologias de informação e comunicação (TIC).

Promovido pela Divisão de Sensoriamento Remoto do Inpe,  o curso está em sua 18ª edição e recebeu 25 professores do ensino básico (fundamental e médio), provenientes de seis estados brasileiros ( São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Piauí)  e do Distrito Federal.

Durante o curso, a equipe do Cemaden Educação ministrou duas palestras envolvendo a prevenção e monitoramento de risco de desastres naturais voltados para o contexto escolar. No tema “Desastres Naturais”, a pesquisadora Débora Olivato demostrou a metodologia da cartografia social aplicada a essa temática.

A coordenadora do Projeto Cemaden Educação, Rachel Trajber, apresentou as bases conceituais do projeto, além do site elaborado para envolver as escolas em atividades de iniciação científica e intervenções transformadoras. Como exemplo, mostrou a confecção de pluviômetros utilizando garrafas de plástico PET para a construção da rede observacional da escola e comunidade.

Ambas as palestras contaram com a participação especial da pesquisadora do Cemaden,  Viviana A. Muñoz, que demostrou a aplicabilidade das atividades pedagógicas em meio digital, com uso do Google Earth. Nos anos anteriores, o curso também contou com a participação de pesquisadores do Cemaden, nas aulas de cartografia e meteorologia.

Mais informações sobre o Curso “Uso escolar do Sensoriamento Remoto para Estudo do Meio Ambiente” estão disponibilizadas no site: http://www.dsr.inpe.br/vcsr/index.html

Confira também

Prorrogado até o próximo dia 15 o prazo das inscrições para Bolsas do Programa de Capacitação Institucional ( PCI) do Cemaden

As inscrições para a seleção de especialistas, pesquisadores ou tecnologistas para diversos projetos em “Pesquisas …