Capa » Noticias » Cemaden instala sensores geotécnicos para monitoramento de morro em Nova Friburgo

Cemaden instala sensores geotécnicos para monitoramento de morro em Nova Friburgo

Nova Friburgo é o segundo município da região serrana do Rio de Janeiro a receber a instalação de sensores geotécnicos para monitoramento e prevenção de deslizamentos em morro.  O equipamento que detecta a movimentação de terra dos morros, denominado Estação Total Robotizada (ETR) está sendo instalado, nesta semana, na Escola Municipal Lafayette Bravo Filho, localizada em frente às encostas e áreas vulneráveis a deslizamentos, no Bairro Conselheiro Paulino.  Ao redor dessas encostas, também estão sendo instalados 100 prismas, os quais refletem o sinal de infravermelho emitido pela ETR, indicando qualquer tipo de movimentação de terra, em milímetros.

Os sensores geotécnicos fazem parte do Projeto de Monitoramento de Morros para Prevenção de Riscos de Deslizamentos do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, para acompanhar com maior precisão a movimentação de terra em morros e encostas nas áreas de riscos de deslizamentos. Trata-se de equipamentos de alta tecnologia, instalados nas áreas vulneráveis a deslizamentos em nove municípios em várias regiões do País.

Já foram instalados os equipamentos em Mauá e Santos (SP), Blumenau(SC) e Petrópolis (RJ). Além de Nova Friburgo, os próximos municípios a receberem os sensores geotécnicos na região serrana do Rio de Janeiro são Teresópolis e Angra dos Reis. Nos meses de março e abril, estão previstas as instalações nos municípios de Salvador (BA) e Recife (PE).

Em Nova Friburgo, o projeto será apresentado nesta sexta-feira (29) pelo geólogo e pesquisador do Cemaden, Márcio Andrade, juntamente com o secretário da Defesa Civil Municipal, Ten. Cel. João Paulo Mori.

Projeto de Monitoramento dos Morros para Prevenção de Deslizamentos

A Estação Total Robotizada (ETR) é um sensor geotécnico que emite sinal infravermelho, o qual é refletido nos 100 prismas ( ou espelhos)  instalados nos morros e encostas do município. Esses sinais emitidos permitem captar até pequenas movimentações de terra dos morros, abrangendo uma área circundada de encostas em 360 graus, cobrindo até 2,5 km de extensão.

Os dados coletados pelos equipamentos serão enviados, via internet, ao Cemaden, possibilitando acompanhar e monitorar qualquer risco de deslizamentos das encostas. A partir de pesquisas em andamento, as informações e dados obtidos darão subsídios para emissão de alertas prévios de movimentos de massa com maior confiabilidade.

Os moradores das áreas de riscos de deslizamentos de Nova Friburgo já estão sendo informados e esclarecidos que as instalações desses equipamentos próximos às moradias não causam quaisquer interferências em outros equipamentos e nem impactos às áreas onde serão instalados.

O município de Nova Friburgo, que tem parceria com o Cemaden, conta com 23 pluviômetros automáticos instalados em locais próximos a áreas de risco de desastres, além de 22 pluviômetros semiautomáticos, do Projeto Pluviômetros nas Comunidades. Os pluviômetros têm a função de medir, em milímetros, a quantidade de chuva precipitada, durante um determinado tempo e local, para monitoramento do município.

Dentro do Projeto de Monitoramento de Morros para prevenção de riscos de deslizamentos,  além da instalação da ETR e prismas em cada um dos nove municípios,  está prevista, na segunda etapa do projeto, a instalação de mais um conjunto de equipamentos de monitoramento, composto por 15 plataformas de coleta de dados. Cada plataforma é integrada por um pluviômetro e seis sensores de umidade do solo, para coletar dados sobre quantidade de chuvas acumuladas e de água no solo, complementando as informações sobre possíveis riscos de deslizamentos.

Confira também

Hoje (13) será a inauguração das novas instalações do Cemaden

Nesta sexta-feira (13),  às 16 horas, será inaugurada as novas instalações do Centro Nacional de …