Capa » Noticias » Avaliação dos alertas de desastres naturais emitidos pelo Cemaden será foco de evento nacional

Avaliação dos alertas de desastres naturais emitidos pelo Cemaden será foco de evento nacional

I Seminário Nacional de Avaliação dos Alertas do Cemaden será realizado de 4 a 6 de abril, em São José dos Campos (SP), reunindo pesquisadores, Defesas Civis estaduais e municipais, além de diversas instituições de monitoramento.

Avaliar o conteúdo e os processos de disseminação dos alertas de desastres naturais emitidos pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e as perspectivas de aprimoramento desses alertas são os focos principais do I Seminário Nacional de Avaliação de Alertas do Cemaden, que ocorrerá nos próximos dias 4 a 6 de abril, no Parque Tecnológico de São José dos Campos.

Organizado pelo Cemaden – instituição ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações –  o evento conta com as parcerias do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) , do Ministério da Integração Nacional e do Conselho Nacional de Gestores Estaduais de Proteção e Defesa Civil (CONGEPDEC).

Programação e mesas-redondas

A programação do evento está estruturada em palestras técnico-científicas sobre monitoramento e prevenção de riscos de desastres naturais e, principalmente, em mesas-redondas para a discussão sobre temas relativos aos alertas emitidos pelo Cemaden.

Nas mesas-redondas, representantes de Coordenadorias Estaduais e Municipais de Defesas Civis apresentarão as experiências locais, avaliando e discutindo sobre o monitoramento, alerta e resposta a desastres naturais.

Estarão compondo as mesas-redondas os estados do Acre, Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Durante o evento, serão discutidos, em plenária, os alertas emitidos de inundações e deslizamentos, fluxo de informações, protocolos interinstitucionais e sistemas de monitoramento. Também será abordada a temática sobre a integração de dados observacionais, mapeamento de áreas de risco e registros de desastres naturais para a melhoria do sistema de monitoramento e alertas. No final, serão concluídas as propostas para o aprimoramento dos alertas de risco de deslizamentos, inundações e enxurradas.

Após o encerramento do evento, ocorrerá o treinamento oferecido pelo Cemaden, na tarde do dia 6 e na manhã do dia 7 de abril, cujas vagas já foram preenchidas, durante a inscrição.  O treinamento será focado na  aplicação de dados da rede observacional do Cemaden para monitoramento de risco de desastres naturais.

Informações sobre o evento estão disponibilizados na página do Cemaden no link : http://www.cemaden.gov.br/i-seminario-de-avaliacao-de-alertas-do-cemaden/.

Lançamento do sistema de alertas por SMS

No primeiro dia do I Seminário Nacional de Avaliação dos Alertas, o Cemaden fará o lançamento do sistema de disseminação dos alertas por meio do Short Message Service (SMS), conhecido por mensagens de texto por telefones celulares.

A emissão de alertas de risco de desastres naturais é feito pelo Cemaden e encaminhado ao Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), o qual encaminha às Defesas Civis estaduais e municipais. Esses alertas constituem o subsídio fundamental na tomada de ações preventivas de proteção civil, trazendo informações sobre o tipo de desastre natural, níveis de alerta (moderado, alto e muito alto), informações técnicas sobre as condições que produzem risco iminente de ocorrência de processos geodinâmicos (movimento de massa ou deslizamento) e hidrológicos ( inundação e/ou enxurrada), bem como mapas e gráficos informativos.

Além da emissão do alerta de risco de desastres naturais pelo sistema atual, os avisos de alertas do Cemaden – encaminhados ao Cenad informando o risco de uma determinada localidade – também serão emitidos pelo sistema SMS às Defesas Civis dos municípios alertados. Será feito o cadastramento de um telefone celular de cada município monitorado pelo Cemaden, o qual receberá,  de forma resumida, o aviso de alerta de risco de desastre. Na mensagem, será indicado que um alerta para o município foi emitido ao Cenad, reforçando a comunicação do alerta emitido.

Atualmente, o Cemaden monitora 958 municípios em todo o território nacional, considerados prioritários no monitoramento de risco de desastres naturais. Desde dezembro de 2011, quando foi implantada a Sala de Situação do Cemaden, já foram emitidos um total de quase 7 mil alertas de desastres naturais. O monitoramento é feito 24 horas nos 7 dias da semana, revezado por equipes de profissionais das áreas de hidrologia, meteorologia, geodinâmica e de desastres naturais do Cemaden.

Confira também

Prorrogada inscrição da Campanha #AprenderParaPrevenir até o próximo dia 15 de novembro

  “Reduzindo o risco de desastres: ações educativas em tempos de mudanças climáticas” é o tema …