Capa » Noticias » Ampliação da sede do Cemaden permitirá estender pesquisa e prevenção de risco de desastres para a sociedade

Ampliação da sede do Cemaden permitirá estender pesquisa e prevenção de risco de desastres para a sociedade

A inauguração das novas instalações do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), ocorrida na última sexta-feira (13) –  bem como a futura instalação de um Radar Meteorológico na área doada pela Prefeitura de São José dos Campos (SP) para a construção da futura sede – marcam a nova fase de extensão das atividades de monitoramento e de pesquisa, as quais ficarão disponibilizadas a outras instituições e sociedade em geral.

Representando o ministro Marcos Pontes, o diretor da Regional de São Paulo, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Brigadeiro Mauricio Pazini Brandão, lembrou, durante a cerimônia, o início do fomento das instituições tecnológicas em São José dos Campos, que deram a característica da concentração das atividades de ciência, tecnologia e inovação, desenvolvidas na região do Vale do Paraíba. “Ampliar a capacidade da produção de conhecimentos científicos na região, mostra a visão do município para o investimento no futuro, principalmente, na preparação da sociedade para a cultura de prevenção de riscos de desastres naturais.”, afirma o Brigadeiro Pazini, ao destacar a importante iniciativa da Prefeitura no ato de doação do terreno à União, destinado à construção da sede definitiva do Cemaden, dentro da área do Parque Tecnológico.

O diretor do Cemaden, Osvaldo Moraes, destacou que as novas instalações permitirão ampliar o compartilhamento dos conhecimentos científicos e informações para o monitoramento das áreas de risco de desastres, principalmente, com as instituições parceiras. “Com os ambientes destinados à capacitação, cursos, treinamentos e estudos voltados ao aprimoramento da prevenção de risco de desastres, estenderemos a ciência e tecnologia, desenvolvidas no Cemaden, para a sociedade em geral.”, afirma o diretor do Cemaden, destacando o compartilhamento com as Defesas Civis, universidades, estudantes e a Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), parceira no curso de pós-graduação em Desastres Naturais, do Programa de Mestrado e Doutorado.

Durante a cerimônia de inauguração, foi realizado o ato da entrega do Decreto de doação do terreno para o Cemaden, na área do Parque Tecnológico, pelo prefeito municipal Felício Ramuth. Com uma área de 60 mil m², no valor aproximado de R$ 10 milhões, o terreno será destinado à construção da futura  sede definitiva do Cemaden. “A união dos entes municipal e federal, as articulações entre instituições, empresas e universidades dentro do Parque Tecnológico, tornam a cidade um modelo exemplar da aplicação da ciência e tecnologia aplicada à vida das pessoas.”, afirma o prefeito de São José dos Campos, destacando a importância de se investir em inovação desenvolvida pelo Cemaden, compartilhamento de recursos entre instituições, simplificação no compartilhamento dos serviços com a Defesa Civil e transparência de informações e dados à sociedade.

O presidente da IACIT Serviços Tecnológicos, Luiz Teixeira, entregou a maquete do futuro Radar Meteorológico ao diretor da Regional do MCTIC, com previsão de ser instalado esse radar – até dezembro deste ano – na área doada ao Cemaden, dentro do Parque Tecnológico. O equipamento  permitirá o monitoramento hidrometeorológico em um raio de 600 km, abrangendo a Região Metropolitana de São Paulo até Campinas, toda a Região do Vale do Paraíba ( incluindo litoral norte de São Paulo) e litoral do Rio de Janeiro. Os radares produzem informações para a elaboração de alertas sobre possíveis desastres associados à chuva, como ocorrência de deslizamentos de encostas, inundações e enxurradas.

Logo após a cerimônia no auditório, autoridades e convidados visitaram as novas instalações do Cemaden, com uma área ampliada em 1.820 m², além  dos 279 m² de adequação da área atual. Com as obras de ampliação e adequação, a sede do Cemaden, que antes ocupava 1.447,60 m², passa  a ter  um total de 3.268,50 m² de área.

Nessa ampliação, o Cemaden terá duas Salas de Situação (ou Monitoramento), um Auditório com capacidade para 100 lugares, espaço para o Data Center, ambientes para pesquisa dos visitantes, salas de reunião e sala de convivência, entre outros ambientes.

(Fonte: Ascom/Cemaden)

 

 

NOVAS INSTALAÇÕES DO CEMADEN

Novas instalações do Cemaden

Espaço para o auditório do Cemaden com capacidade para 100 lugares .
Espaço para a nova Sala de Situação do Cemaden
Espaço para a nova Sala de Situação do Cemaden

 

Confira também

Cemaden participa da semana de Ciência e Tecnologia em Brasília e organiza atividades para o Vale do Paraíba

Há 15 anos, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) insere o mês …