Capa » Riscos geo-hidrologicos » 24/02/2018 – Previsão de Risco Geo-Hidrológico

24/02/2018 – Previsão de Risco Geo-Hidrológico

Neste sábado (24/02), o cenário de risco de eventos hidrológicos e/ou movimentos de massa para os municípios monitorados no Brasil é apresentado a seguir:

 Região Sudeste: Espírito Santo e Minas Gerais.

A previsão meteorológica indica possibilidade de pancadas de chuva, de intensidade moderada, no, no Estado do Espírito Santo e no centro-leste do Estado de Minas Gerais, que poderão ocorrer ao longo de todo o dia, porém, com maior possibilidade no período da tarde. Destacam-se as regiões metropolitanas das capitais, onde as características de suscetibilidade favorecem a ocorrência de eventos de enxurrada, principalmente em pequenas bacias urbanas, caso as pancadas de chuva resultem em altos acumulados pluviométricos em curto período de tempo. No entanto, a possibilidade de ocorrência de eventos geo-hidrológicos é BAIXA.

 Região Nordeste: Ceará, Maranhão, Bahia e Pernambuco.

A previsão meteorológica indica a possibilidade de chuva localizada na faixa litorânea dos estados do Ceará e Maranhão, interior de Pernambuco e sul da Bahia podendo resultar em acumulados significativos. Atenção às áreas de risco hidrológicos, principalmente nas capitais. Entretanto, a possibilidade de eventos de risco hidrológico é BAIXA.

Região Norte: Amapá, Pará, Amazonas e Rondônia.

Há previsão de pancadas de chuva no leste do Estado do Amapá e norte do Estado do Pará, sudoeste do Amazonas e nas partes norte e sul de Rondônia, de intensidade moderada, que poderão se somar aos acumulados significativos de precipitação já existentes. Assim, devido à presença de moradias em áreas suscetíveis aos movimentos de massa, principalmente na capital Macapá. Portanto, para esta localidade é MÉDIA a possibilidade de eventos geo-hidrológicos. Para as demais citadas anteriormente, o risco é apenas hidrológico. Destaca-se a situação do Rio Madeira o qual se encontra em condição de cheia, sendo que o nível fluviométrico na estação de Porto Velho está a 0,75 m da cota de inundação (17 m).

Figura 01. Classificação das mesorregiões Brasileiras com possibilidade de ocorrência de eventos geo-hidrológicos. Este mapa é feito por uma equipe multidisciplinar, levando em consideração as condições do cenário de risco geo-hidrológico atual somado à previsão de chuva.

Formulário de Ocorrências de Desastres Naturais

Gostaria de contribuir registrando ocorrência de eventos de caráter geodinâmico (movimento de massa) e/ou hidrológico (inundação e/ou enxurrada) no seu município?  Sua informação é bem-vinda,  mesmo  ocorrências  pequenas são de extrema importância para avaliar a qualidade dos alertas emitidos pelo CEMADEN.

Por gentileza, preencha o breve questionário no link abaixo: http://www.cemaden.gov.br/ocorrencias/index.php 

Confira também

15/11/2019 – Previsão de Risco Geo-Hidrológico

Nesta sexta-feira (15/11/2019), o cenário de risco de eventos geo-hidrológicos para as mesorregiões do Brasil …