Capa » Cemaden » SITUAÇÃO ATUAL E PROJEÇÃO HIDROLÓGICA PARA RESERVATÓRIO SERRA DA MESA – 09/01/2020

SITUAÇÃO ATUAL E PROJEÇÃO HIDROLÓGICA PARA RESERVATÓRIO SERRA DA MESA – 09/01/2020

A precipitação média espacial, acumulada durante a estação chuvosa, nos meses de novembro de 2019 a janeiro de 2020 (até dia 06), baseado nas redes pluviométricas que cobrem a bacia de captação do aproveitamento hidrelétrico de Serra da Mesa (8 pluviômetros do INMET e 6 pluviômetros da ANA), foi de 451 mm, equivalente a 39% da média climatológica (1983-2019) para o período chuvoso, compreendido entre novembro a março (1157 mm). No mês de dezembro de 2019, a precipitação na bacia representou 64% da média para este período (271 mm).

A vazão natural[1] média do Aproveitamento Hidrelétrico Serra da Mesa durante a estação chuvosa dezembro de 2019 a janeiro de 2020 (até dia 06), de acordo com os dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), foi de 281 m3/s, o que equivale a 25% da vazão histórica média mensal na bacia para o período chuvoso compreendido entre dezembro a abril (1983-2019) (1139 m³/s). No mês de dezembro de 2019, onde se espera a elevação da vazão na bacia, em decorrência do início da estação chuvosa de 2019, a vazão natural média, foi 278 m³/s, o que representa 29% da vazão histórica média mensal considerando o período de 1983-2019 (971 m³/s), valor próximo ao mínimo mensal já registrado para este mês, ocorrido em 2015. Ainda segundo o ONS, a vazão defluente média, para o mês de dezembro, foi de 479 m3/s. O reservatório de Serra da Mesa operou em 06 de janeiro de 2020 com 9,0% do volume útil.

[1] Vazão que existiria caso não houvesse interferência humana.

Previsão de chuva para os próximos dias

Os meses de dezembro e janeiro são, historicamente, os mais chuvosos na bacia de Serra da Mesa. As previsões baseadas no modelo GENS/NOAA indicam para a bacia de captação do reservatório Serra da Mesa, que nos próximos 10 dias haverá precipitações relativamente generalizadas em forma de pancadas, que ocorrerão principalmente no período da tarde-noite (Figura 3). O volume total acumulado previsto pelo modelo GENS/NOAA é próximo aos valores médios históricos da época (Figura 1).

Figura 1. Previsão de precipitação acumulada em milímetros (mm) nos próximos 3 (a) e 10 (b) dias para a bacia de captação do Aproveitamento Hidrelétrico Serra da Mesa, segundo a previsão do modelo numérico GENS/NOAA. A área da bacia de captação do Aproveitamento Hidrelétrico Serra da Mesa é indicada na Figura com linha preta espessa.

Projeção de vazão e armazenamento para os próximos meses

A Figura 2 apresenta, além das vazões médias mensais observadas, as projeções de vazão média mensal natural (em m³/s), obtidas a partir do membro médio da previsão de precipitação para o período 07 a 16 de janeiro de 2020, e dos cenários de precipitação de 17 de janeiro a 30 de abril de 2020. Para a obtenção das projeções da vazão natural média mensal foram considerados quatro diferentes cenários de precipitação: média climatológica, 25% acima e abaixo da média, e um cenário de precipitação igual ao ocorrido no período de janeiro a abril de 1993 (série crítica de precipitação no período 1983-2019). As simulações indicam que, considerando um cenário de chuva na média histórica, a vazão média no período de janeiro a abril de 2020 seria de aproximadamente 809 m³/s, o que representa 69% da média histórica desse período (1181 m³/s).

Figura 2. Cenários de vazão natural média mensal (em m³/s) para o aproveitamento Hidrelétrico de Serra da Mesa (linhas tracejadas): precipitação 25% abaixo da média climatológica (azul claro); na média climatológica (cinza) e precipitação 25% acima da média climatológica (azul escuro); e precipitação igual ao ocorrido entre janeiro a abril de 1993 (laranja). As linhas espessas representam as vazões médias mensais observadas de acordo com a ONS: vazão média mensal para o período 1983-2019 (preto); vazão mínima média mensal para o período 1983-2019 (marrom); vazão média mensal de maio de 2018 a abril de 2019 (magenta); e vazão média mensal de maio a dezembro de 2019 (roxo).

 

Conclusões
Desde 2015 as precipitações na bacia de Serra da Mesa, cabeceira do rio Tocantins, vem apresentando valores inferiores à média histórica. Na estação chuvosa atual, a precipitação acumulada nos meses de novembro de 2019 a janeiro de 2020 (até dia 06), corresponde a 39% da média climatológica, o que deixa o reservatório, que conta atualmente com apenas 9% de seu volume útil, em situação crítica. A partir das precipitações observadas nos últimos dias e das previsões meteorológicas e hidrológicas combinadas, prevê-se um ligeiro incremento do volume armazenado no reservatório de Serra da Mesa nos próximos 10 dias. Para prazos mais longos, em função do déficit de água no solo decorrente da seca prolongada, mesmo em um cenário de chuvas dentro da média histórica nos próximos 3-4 meses, se projeta uma vazão afluente ao reservatório da ordem de 70% dos valores históricos.

FAÇA O DOWNLOAD DO RELATÓRIO NA INTEGRA

Confira também

Situação Atual e Projeção Hidrológica para o Sistema Cantareira 31/08/2020

Esta edição do boletim do Sistema Cantareira traz a situação hidrometeorológica para o mês de agosto …