Capa » Noticias » Sedec e Cemaden desenvolvem projeto de diagnóstico das defesas civis municipais para fortalecimento da gestão de riscos de desastres

Sedec e Cemaden desenvolvem projeto de diagnóstico das defesas civis municipais para fortalecimento da gestão de riscos de desastres

O Projeto ELOS – lançado ontem (18), na Série de Debates do Cemaden –   está sendo desenvolvido pela Sedec, em cooperação técnica internacional dentro do Programa das Nações Unidas (PNUD), com pesquisa científica realizada pelo Cemaden. O objetivo é levantar informações sobre capacidades e necessidades das estruturas municipais de Proteção e Defesa Civil para aprimorar as políticas públicas voltadas ao fortalecimento da gestão de riscos de desastres no Brasil.

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério do Desenvolvimento Nacional, lançou nesta quinta-feira (18) o Projeto ELOS, na live da Série de Debates do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. O projeto desenvolvido pela Sedec – dentro de cooperação técnica internacional com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) – será implementado por pesquisa científica do Cemaden, que realizará o diagnóstico das necessidades e capacidades das estruturas municipais de Proteção e Defesa Civil.

O secretário da Sedec, Cel. Alexandre Lucas, destacou, no lançamento do Projeto ELOS,  que as defesas civis municipais são os elos mais importantes do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sinpdec). “O diagnóstico científico das defesas civis municipais permitirá aprimorar as políticas públicas do governo federal, indicando metodologias de governanças, boas práticas e gestão de risco de desastres.”, afirmou o secretário, lembrando que as informações e análises permitirão identificar a posição institucional no município e no estado, definindo sua capacidade de articular com os demais órgãos do sistema. Ressaltou sobre a parceria do Cemaden: “Temos certeza do excelente trabalho da parceria com o Cemaden e a convicção de que, no final do diagnóstico científico e seguro da realidade de nossas defesas civis municipais, possamos melhorar as políticas públicas para fortalecimento das ações concretas de gestão de risco e gestão de desastres.”

A diretora substituta e coordenadora de Relações Institucionais do Cemaden, Regina Alvalá, expressou a satisfação do estreitamento dos laços e de mais um trabalho integrado com o Sedec, para discutir as necessidades dos municípios na gestão de risco e de desastres do País. “Todo o esforço dispendido em desenvolvimento da pesquisa com rigor, critério e metodologias robustas e bem embasadas, agregam muito no esforço nacional para diagnosticar e capacitar as defesas civis.”

O coordenador do Projeto ELOS e pesquisador do Cemaden, Victor Marchezini apresentou o detalhamento do projeto, mostrando o objetivo de realizar o diagnóstico das capacidades e necessidades das defesas civis municipais, na estruturação ( aspectos técnico-administrativos), na capacitação (aspectos formativos) e na governança (aspectos interinstitucionais). “Para conhecer as capacidades e necessidades referentes à gestão local do risco de desastres e resposta de emergências, serão considerados todas as fases do risco de desastres: prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação”, afirma o pesquisador, ressaltando a importância da participação das defesas civis municipais de todas as regiões do País.

O coordenador-geral de Articulação do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil, Reinaldo Soares Estelles, destacou a importância do diagnóstico a ser feito pelo Projeto ELOS para a elaboração da proposta de fortalecimento da implementação da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil (PNPDEC) nos municípios brasileiros. “Esse é um projeto da Defesa Civil Nacional, juntamente com o Cemaden e o PNUD, de suma importância para a definição de políticas públicas para direcionar o trabalho com as defesas civis municipais, com conhecimento amplificado para fortalecer a cultura da defesa civil.”, ressaltou o coordenador, reforçando a divulgação entre as defesas civis e importância da participação no questionário e no projeto.

No final da live, foram respondidas perguntas e dúvidas encaminhadas participantes da transmissão online. O moderador do evento, analista em C&T das Relações Institucionais do Cemaden, Renato Lacerda, fez o encerramento com um breve resumo das exposições dos palestrantes  sobre o Projeto ELOS.

A live completa do lançamento do Projeto ELOS para obter mais informações pelo Canal do YouTube da Série de Debates do Cemaden, pode   ser acessada pelo link : Lançamento do Projeto ELOS – YouTube .

Projeto ELOS

O Projeto ELOS está sendo desenvolvido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério de Desenvolvimento Regional, no âmbito da Cooperação Técnica Internacional BRA/12/017- Fortalecimento da Cultura de Gestão de Riscos de Desastres no Brasil, com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A sua implementação será por meio do Cemaden, unidade de pesquisa do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), que desenvolverá a pesquisa para o diagnóstico das capacidades e necessidades das defesas civis municipais.

As defesas municipais de todas as regiões do País podem participar do questionário online, no período de 18 de fevereiro a 20 de março de 2021. A equipe do Projeto ELOS está identificando defesas civis municipais interessadas em participar da pesquisa. O cadastro pode ser realizado no formulário disponibilizado pelo link: https://forms.gle/dVrqNVanZchT6pzx9.

Mais esclarecimentos sobre o Projeto ELOS podem ser obtidos pelo  e-mail: projeto.elos@cemaden.gov.br

 Fonte : Ascom/Cemaden

Confira também

Cemaden lança licitação para aquisição de água mineral, natural

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais  (Cemaden), localizado no Parque Tecnológico …