Capa » Noticias » Revista Science publica carta com participação da pesquisadora do Cemaden sobre impactos da fumaça dos incêndios florestais na saúde

Revista Science publica carta com participação da pesquisadora do Cemaden sobre impactos da fumaça dos incêndios florestais na saúde

Foto L.Anderson/Cemaden

 

A Revista Science divulgou, hoje (07), uma carta escrita por cientistas brasileiros e americanos, apresentando os impactos da poluição por fumaça dos incêndios florestais da Amazônia à saúde humana. Esses incêndios e queimadas provocadas pelo aumento do desmatamento da Amazônia associado à seca, colocam em risco a população da região – principalmente, os povos tradicionais e rurais vulneráveis – aumentando os casos de doenças respiratórios e piorando a pandemia da Covid-19.

O documento visa chamar a atenção da comunidade científica e autoridades mundiais para a questão amazônica e teve a participação da pesquisadora Liana Anderson, do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden)- unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

O estudo mostra que a fumaça que surge em grandes quantidades – tanto das queimadas associadas ao desmatamento, quanto dos incêndios florestais –   é extremamente tóxica, causando falta de ar, tosse e danos nos pulmões. Os incêndios na Amazônia são responsáveis ​​por 80% dos aumentos na poluição por partículas finas (PM2,5) regionalmente, afetando 24 milhões da população na Amazônia. A provável relação entre poluentes do ar ligados ao fogo, como PM2.5 e infecção por COVID-19 (8, 9) sugere que o fogo poderia agravar a atual crise de Covid-19 na Amazônia, onde as taxas de infecção já são altas (1 em 100, no mês de junho de 2020).

Coordenada pelo pesquisador brasileiro Gabriel de Oliveira, da Universidade de Toronto (Canadá), além da pesquisadora Liana Anderson, do Cemaden, participaram pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e universidades dos Estados Unidos (Michigan State University) e do Reino Unido (Oxford, Lancaster e Exeter).

Ainda nessa temática, os impactos das queimadas e incêndios florestais e recomendações foram divulgadas  em Notas Técnicas e estudos, divulgadas nas matérias com os títulos: Cientistas alertam para a contenção das queimadas na Amazônia e o colapso do sistema de saúde na região; Pesquisadores fazem recomendações sobre queimadas na Amazônia e alertam o risco da sobrecarga do sistema de saúde, divulgadas pelo Cemaden, nos dias 26 e 13 de maio, respectivamente, e o estudo Pesquisadores apontam metodologias mais eficazes para previsão e o combate de incêndio na Amazônia brasileira, divulgado no dia 8 de abril deste ano.

O artigo na íntegra publicado na Revista Science está disponível no link :

 https://science.sciencemag.org/content/369/6504/634.2

(Fonte: Ascom/Cemaden)

Confira também

A importância da água para o clima e preservação do planeta é a temática do Projeto Ciência e Cultura deste sábado (19)

  “Água é vida, direito, dever e poder” será o tema que vai pautar os …