Capa » Noticias » Encontro discute impactos de desastres naturais na mobilidade urbana

Encontro discute impactos de desastres naturais na mobilidade urbana

Organizado pelo Cemaden e pelo Departamento de Engenharia Ambiental da Unesp, o fórum nacional reunirá cerca de 90 participantes – entre pesquisadores, estudantes e profissionais –  nos dias 4 a 6 de outubro, no Parque Tecnológico em São José dos Campos (SP). O encontro dará a oportunidade para o intercâmbio científico dos trabalhos desenvolvidos para a  diminuição dos impactos provocados pelos desastres naturais nas rodovias e vias urbanas.

Discutir a temática sobre desastres naturais e seus impactos na infraestrutura das estradas, rodovias e mobilidade urbana dos municípios – fornecendo subsídios científicos para o planejamento estratégico e de tomada de decisões dos gestores públicos – é o foco do II Encontro sobre Impactos Potenciais de Desastres Naturais em Infraestruturas de Transporte e Mobilidade Urbana ( II IPTMU – 2016), a ser realizado  nos dias 4 a 6 de outubro, no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP).  

O encontro é organizado pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) – do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – e pelo Departamento de Engenharia Ambiental da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Palestrantes do Cemaden, de instituições acadêmicas e da Defesa Civil do Estado de São Paulo farão a abordagem de variados aspectos da temática, voltados para a diminuição dos impactos provocados, principalmente, por inundações e deslizamentos terra, os quais podem afetar a infraestrutura das estradas, rodovias e mobilidade urbana dos municípios.

O pesquisador do Cemaden e um dos coordenadores do evento, Leonardo Bacelar Lima Santos, destaca que nesta 2ª edição, o encontro nacional está com abordagens mais interdisciplinares e com as temáticas expandidas. “A programação do evento contempla os quatro eixos de um sistema de alerta: o conhecimento dos riscos, o monitoramento e alerta, a comunicação e a capacidade de resposta, conforme a classificação científica internacional.”, informa o pesquisador do Cemaden, que integra o grupo de pesquisa “AmbientEMobilidade”, que anualmente realiza o IPTMU como uma de suas atividades.

 O evento conta com o apoio do Instituto de Pesquisa, Planejamento e Administração (IPPLAN) e a Sociedade Brasileira de Matemática e Computação Aplicada (SBMAC), a empresa Júnior do curso de Engenharia Ambiental da Unesp (Gaia Junior), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e a empresa Squitter – Soluções Ambientais .

Além das palestras, serão apresentados, também, trabalhos em pôsteres.

Durante o evento, será feito o lançamento oficial do Comitê Temático em Matemática e Desastres Naturais da Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional e a premiação do melhor trabalho apresentado.

Todo o evento será gravado e ficará disponibilizado, posteriormente, no portal do Cemaden.

Confira também

Inauguração das novas instalações do Cemaden será nesta sexta-feira com a presença do ministro

Nesta sexta-feira (13), o ministro Marcos Pontes –  do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e …