Capa » Noticias » Cemaden promove palestra sobre prevenção na área geodinâmica e exibe documentário no tema bioeconomia, na programação da SNCT do Vale do Paraíba

Cemaden promove palestra sobre prevenção na área geodinâmica e exibe documentário no tema bioeconomia, na programação da SNCT do Vale do Paraíba

 

Dentro da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT-2019) na região paulista do Vale do Paraíba, o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) realizou ontem (dia 23) atividades científicas e culturais em Jacareí e em São José dos Campos.

Em Jacareí, o tecnologista do Cemaden, Tulius Dias Nery, da área de Geodinâmica, ministrou a palestra “Dinâmica de trabalho no Cemaden para a prevenção de desastres, com enfoque em Geodinâmica” para alunos e professores do Instituto Federal de São Paulo (IFSP- Campus Jacareí), que também está com uma programação IFSP- da SNCT-2019.

Atuante na área de Geodinâmica do Cemaden, Tulius Nery participou do projeto do Projeto de Fortalecimento da Estratégia Nacional de Gestão Integrada de Riscos em Desastres (Gides), cooperação  firmada o entre os governos japonês e brasileiro, no período de 2013 a 2017,  visando dar suporte à formulação de políticas e ao desenvolvimento de metodologias para o aperfeiçoamento do gerenciamento dos riscos de desastres de movimentos de massa. O resultado das pesquisas e envolvimentos interministeriais, estadual e municipal foi a elaboração de Manuais de Gestão de Risco, onde o tecnologista palestrante participou da elaboração do Volume 2: Manual Técnico para Elaboração, Transmissão e Uso de Alertas de Risco de Movimento de Massa – Cemaden/ Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Em São José dos Campos, na programação do Cemaden, dentro do tema da SNCT-2019 : “Bioeconomia, Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável” foi exibido, no Auditório do Cemaden, o documentário “Haenyeo, a Força do Mar”, da diretora Lygia Barbosa da Silva. O fotógrafo Luciano Candisani passou 35 dias imerso na secular cultura das haenyeo, as mulheres do mar da Ilha de Jeju, na Coreia do Sul.

O documentário mostra a secular cultura das haenyeo, as mulheres do mar da Ilha de Jeju, na Coreia do Sul. São senhoras, de 65 a 92 anos de idade, que mergulham só com o ar dos pulmões a até 10 metros de profundidade, onde permanecem por dois minutos em busca de polvos, peixes, conchas e outros frutos do mar. Mais do que extrativistas, as haenyeo mantêm vivos costumes surgidos na Ilha de Jeju há quatro séculos, quando uma conjuntura sociopolítica provocou o êxodo dos homens e levou as mulheres a se lançarem ao fundo do mar pela sobrevivência. Elas foram em busca do sustento de suas famílias, sem suspeitar que fundariam uma tradição cultural coesa, hoje incluída na lista da Unesco de patrimônios culturais intangíveis da humanidade e celebrada em todo o mundo pelos valores universais que carrega: sustentabilidade, pertencimento e força da mulher.

Ainda, nesta semana, está ocorrendo atividades científicas no Cemaden com alunos de pós-graduação do Mestrado Profissional em Desastres Naturais, das universidades federais do Pará e de Santa Catarina. Pesquisadores e tecnologistas estão realizando palestras sobre pesquisas, monitoramento, avaliação de alertas e vulnerabilidade em áreas de risco, entre outros temas.

A programação do Cemaden para a SNCT-2019 em Brasília e em São José dos Campos está disponibilizada no endereço: http://www.cemaden.gov.br/cemaden-participa-da-semana-de-ciencia-e-tecnologia-em-brasilia-e-organiza-atividades-para-o-vale-do-paraiba/

Fonte: Ascom/Cemaden

 

 

Confira também

Cemaden Educação e Instituto Florestal promovem o plantio de mudas de árvores para compensação de CO2 com a participação de estudantes

O plantio de 90 mudas de espécies de árvores nativas da Mata Atlântica, realizado  por …