Capa » Noticias » Cemaden participa de projeto de cooperação internacional com pesquisadores brasileiros, chineses e russos

Cemaden participa de projeto de cooperação internacional com pesquisadores brasileiros, chineses e russos

Equipes de pesquisadores do Brasil, Rússia e China, após submissão do projeto no BRICS STI Framework Programme, na China (Mingtao Ding, Sergey Sokratov, Aline Freitas, Francisco Dourado, Carla Prieto e Shnyparkov Aleksandr),

 

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) –– unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, integra a equipe de projeto de pesquisa  multilateral com pesquisadores de países integrantes do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), na área de desastres naturais.

A tecnologista e pesquisadora, Carla Prieto, da área de Geociências – atuando no monitoramento de risco de movimento de massa e deslizamentos no Cemaden – esteve na China, em abril passado (entre os dias 8 a 18), na Universidade Southwest Jiaotong, localizada na cidade de Chengdu, para participar de reuniões de cooperação científica internacional entre pesquisadores brasileiros, chineses e russos.

As reuniões resultaram na definição dos detalhes de cooperação científica entre os grupos e na finalização da proposta de projeto conjunto, que será submetido à terceira chamada de projetos multilaterais do BRICS STI Framework Programme, fundo formado por agências de fomento do bloco.

O projeto científico de cooperação multilateral teve a participação dos seguintes pesquisadores do Brasil : Francisco Dourado, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ); Aline Freitas, do Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro (DRM-RJ) e  Carla Prieto, do Cemaden; da China: o pesquisador Mingtao Ding e alunos de pós-graduação e da Rússia : Sergey Sokratov e Shnyparkov Aleksandr.

Ainda na programação, a tecnologista do Cemaden ministrou palestra aos alunos de graduação e pós-graduação do curso de Geociências na Southwest Jiaotong University. Na palestra, foram abordados temas sobre o risco de deslizamento e o processo de monitoramento e envio de alertas pelo Cemaden, visando minimizar os danos decorrentes desses eventos no Brasil.

Sobre o Programa

O BRICS STI Framework Programme, implantado desde 2015, visa facilitar a cooperação entre os pesquisadores e instituições dos países integrantes do BRICS, com apoio em recursos para  realizar, conjuntamente, projetos de pesquisa básica, aplicada e inovadora em abordagem multilateral. Entre as áreas prioritárias, está a de desastres naturais. Para encaminhamento das propostas de pesquisas a esse programa, é necessário parceria de pesquisadores integrantes de pelo menos três países do BRICS.

No Brasil, o programa tem como parceiro o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

(Fonte: Ascom/Cemaden)

Equipes do Brasil, Rússia e China com a diretoria de intercâmbio acadêmico da Southwest Jiaotong University, em Chengdu, China.

 

A tecnologista e pesquisadora do Cemaden,Carla Prieto, ministrando palestra sobre Monitoramento e Alerta de risco de movimentos de massa, aos alunos de graduação e pós-graduação do curso de Geociências na Southwest Jiaotong University em Chengdu, China

Confira também

Cemaden inicia a instalação de equipamentos da RedeGeo para monitoramento e pesquisas aplicadas sobre deslizamentos

    A equipe de pesquisadores da área geodinâmica/geologia, do Centro Nacional de Monitoramento e …