Capa » Noticias » Avaliação dos alertas emitidos pelo Cemaden define propostas e ações

Avaliação dos alertas emitidos pelo Cemaden define propostas e ações

As propostas e ações definidas após as discussões que ocorreram durante o I Seminário Nacional de Avaliação dos Alertas do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) – realizado em abril deste ano, em São José dos Campos (SP) –   estão disponibilizadas no portal da instituição. Os Anais do seminário podem ser acessados diretamente pelo endereço: http://www.cemaden.gov.br/anais-do-i-seminario-nacional-de-avaliacao-dos-alertas-do-cemaden/.

Mais de 200 profissionais atuantes na área de gestão de desastres naturais tiveram a oportunidade de realizar um intercâmbio de informações técnicas e científicas, aliadas às experiências locais das Defesas Civis. Participaram das discussões pesquisadores, tecnologistas, coordenadores e agentes das Defesas Civis Estaduais e Municipais, instituições públicas federais, estaduais e municipais, com a representação de sete estados ( São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e de Santa Catarina).

Dentro do foco do seminário, foram definidas ações prioritárias, como a de capacitação para a compreensão e utilização do Mapa Interativo (dados da rede observacional do Cemaden); aprimoramento da comunicação dos alertas em diversas modalidades; maior integração e aprimoramento das parcerias entre as instituições; regionalização ou especialização por região na área de monitoramento na Sala de Situação; utilização da linguagem mais simplificada na emissão de alerta e criação de uma base de dados nacional. Neste último, levantou-se a necessidade de um cadastro nacional integrado sobre desastres naturais para utilização nas áreas de pesquisas, ações de educação, entre outras.

“ Optamos por uma avaliação dos alertas mais ampla, pública com o envolvimento de órgãos estaduais e municipais das Defesas Civis. Queríamos ter subsídios para tomar decisões que impactem, não apenas o conteúdo dos alertas, mas para o aprimoramento de nossa relação com a ponta do sistema de Defesa Civil.”, enfatiza o diretor do Cemaden, Osvaldo Moraes, explicando que as informações e experiências discutidas possibilitarão avanços no eixo “Monitoramento e Alerta” do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Respostas a Desastres Naturais, formulado em 2012.

Com os pontos discutidos durante o seminário, o corpo técnico do Cemaden elaborou uma proposta de pesquisa e desenvolvimento, visando, em curto prazo, solucionar e apresentar melhorias no sistema de monitoramento e alerta. Os tecnologistas da Sala de Situação – com apoio dos pesquisadores e desenvolvedores de modelagens – pretendem implementar procedimentos padronizados e protocolos de operação para o envio de alertas, aprofundando os estudos nos temas discutidos. Todas as discussões, bem como as ações desenvolvidas, em andamento e a propostas de novas ações estão detalhadas nos anais do seminário.

(fonte : Ascom Cemaden)

 

Confira também

Inauguração das novas instalações do Cemaden será nesta sexta-feira com a presença do ministro

Nesta sexta-feira (13), o ministro Marcos Pontes –  do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e …