Capa » Riscos geo-hidrologicos » 22/01/2020 – Previsão de Risco Geo-Hidrológico

22/01/2020 – Previsão de Risco Geo-Hidrológico

Nesta quarta-feira (22/01/2020), o cenário de risco de eventos geo-hidrológicos para as mesorregiões do Brasil é apresentado a seguir:

A previsão meteorológica indica condições favoráveis a acumulados expressivos de chuva nos próximos três dias na região Sudeste e parte do Centro-Oeste do Brasil. Considerando o grande volume de chuvas dos últimos dias em algumas localidades destas regiões, há potencial para a deflagração de processos geo-hidrológicos que podem causar impactos significativos.

 

Na quarta-feira (22/01/2020) considera-se ALTA a possibilidade de eventos de risco geo-hidrológicos na Zona da Mata de Minas Gerais e região metropolitana de Belo Horizonte, além do centro-sul do Espírito Santo, incluindo a região metropolitana de Vitória.

 

Na quinta-feira (23/01/2020) mantem-se ALTA a possibilidade de eventos de risco geo-hidrológicos na Zona da Mata de Minas Gerais e região metropolitana de Belo Horizonte. No centro-sul do Espírito Santo o risco sobe para MUITO ALTO, com especial atenção a região metropolitana de Vitória. Nas destacadas em amarelo no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Goiás e Distrito Federal considera-se MODERADA a possibilidade de eventos de risco hidrológico, em especial enxurradas em grandes centros urbanos, e deslizamentos pontuais caso limiares críticos sejam atingidos.

 

Na sexta-feira (24/01/2020) a possibilidade de eventos de risco geo-hidrológicos na Zona da Mata de Minas Gerais e região metropolitana de Belo Horizonte aumenta para o nível MUITO ALTO. No litoral Norte e Vale do Paraíba em São Paulo, na região de Teófilo Otoni (MG) e na região metropolitana de Salvador passa a se considerar MODERADA a possibilidade de eventos de risco. As demais regiões se mantem com os mesmos níveis definidos no dia anterior.

 

Ressalta-se que a regiões em laranja (ALTO), há alta possibilidade de ocorrência de eventos geo-hidrológicos, tais como enxurradas, alagamentos, deslizamentos esparsos, incluindo queda de barreiras na beira de estradas e nas áreas de risco que estão próximas ou sob encostas declivosas e taludes de corte-e-aterro, as quais normalmente já apresentam um histórico de ocorrências ou evidências de movimentação de solo.

Nas localidades destacadas em vermelho (MUITO ALTO), há maior possibilidade de ocorrências de eventos geo-hidrológicos quando comparado com os demais níveis. De forma geral, nestas localidades os eventos podem ser maior magnitude e atingindo áreas de maior abrangência, tais como inundações, deslizamentos de terra em áreas de encostas naturais e corridas de massa, mesmo em locais onde não se tem histórico de ocorrências.

 

 

 

 

Figura 01. Mesorregiões Brasileiras com possibilidade de ocorrência de eventos geo-hidrológicos. Este mapa é feito por uma equipe multidisciplinar, levando em consideração as condições do cenário de risco geo-hidrológico atual somado à previsão de chuva.

Gostaria de contribuir registrando ocorrência de eventos de caráter geodinâmico (movimento de massa) e/ou hidrológico (inundação e/ou enxurrada) no seu município?  Sua informação é bem-vinda,  mesmo  ocorrências  pequenas são de extrema importância para avaliar a qualidade dos alertas emitidos pelo CEMADEN.

Por gentileza, preencha o breve questionário no link abaixo: http://www.cemaden.gov.br/ocorrencias/index.php 

Confira também

28/03/2020 – Previsão de Risco Geo-Hidrológico

Previsão de riscos geo-hidrológicos para 28/03/2020   Neste sábado (28/03/2020), o cenário de risco de …