Capa » Riscos geo-hidrologicos » 06/02/2020 – Previsão de Risco Geo-Hidrológico

06/02/2020 – Previsão de Risco Geo-Hidrológico

A previsão meteorológica indica condições para a continuidade da chuva nos próximos dois dias na Região Sudeste do Brasil. Em grande parte de São Paulo, Rio de Janeiro e sul de Minas Gerais há condições para pancadas de chuva de intensidade moderada a forte, favorecendo eventos pontuais de enxurradas e deslizamentos, principalmente nas grandes áreas urbanas. No centro-leste de Minas Gerais e sul do Espírito Santo há condição de chuvas fortes e com maior persistência até amanhã (06/02) e, considerando os altos acumulados observados nas últimas semanas, ainda há potencial para a deflagração de eventos geo-hidrológicos que podem causar impactos. Na sexta-feira a tendência é de diminuição da intensidade e dos acumulados de chuva na região Sudeste como um todo, mantendo-se ainda atenção para as regiões litorâneas de São Paulo e Rio de Janeiro que podem ter persistência de chuva fraca a moderada. No leste de Santa Catarina e do Paraná a chuva persiste nos próximos dois dias com intensidade moderada a fraca, o que poderá incrementar os acumulados já observados nos últimos dias.  Desta forma, tem-se:

Na quinta-feira (06/02/2020) (Figura 1), considera-se ALTA a possibilidade de eventos geo-hidrológicos na região Metropolitana de Belo Horizonte. Considerando os acumulados prévios e a condição de pancadas de chuva localmente fortes há condições para novos eventos de enxurrada, mas não se descartando também a possibilidade de deslizamentos de terra.

Também é ALTA a possibilidade de ocorrências de deslizamentos de terra no leste e nordeste de Santa Catarina, onde há previsão de incremento dos acumulados.

Nas áreas destacadas em amarelo é MODERADA a possibilidade de eventos geo-hidrológicos, que inclui o centro-sul e leste de São Paulo, com destaque ao Litoral Norte e Baixada Santista pelos altos acumulados, além de grande parte do Rio de Janeiro, com especial atenção à Costa Verde e Regiões Serrana e Metropolitana. Além disso, há possibilidade MODERADA de eventos geo-hidrológicos no sul e Zona da Mata de Minas Gerais, sul do Espírito Santo, leste do Paraná e sudeste de Santa Catarina.

Na sexta-feira (07/02/2020) (Figura 2), com a previsão de diminuição dos acumulados de chuva no Sudeste a possibilidade de eventos de risco geo-hidrológicos passa a ser MODERADA  na região de Belo Horizonte e Zona da Mata de Minas Gerais, centro-sul do Espírito Santo
(incluindo a Região Metropolitana de Vitória), Região Serrana do Rio de Janeiro, sudeste de Santa Catarina e toda a faixa litorânea entre o Paraná e São Paulo. Na região metropolitana de Florianópolis e nordeste catarinense ainda considera-se ALTA a possibilidade ocorrências de deslizamentos de terra devido à persistência das chuvas.

Os níveis indicados no mapa podem ser alterados de acordo com os acumulados de chuva que serão observados nas próximas 24 horas associados à previsão de precipitação dos modelos meteorológicos.

Figura 01. Mesorregiões Brasileiras com possibilidade de ocorrência de eventos geo-hidrológicos. Este mapa é feito por uma equipe multidisciplinar, levando em consideração as condições do cenário de risco geo-hidrológico atual somado à previsão de chuva.

Figura 02. Mesorregiões Brasileiras com possibilidade de ocorrência de eventos geo-hidrológicos. Este mapa é feito por uma equipe multidisciplinar, levando em consideração as condições do cenário de risco geo-hidrológico atual somado à previsão de chuva.

Gostaria de contribuir registrando ocorrência de eventos de caráter geodinâmico (movimento de massa) e/ou hidrológico (inundação e/ou enxurrada) no seu município?  Sua informação é bem-vinda,  mesmo  ocorrências  pequenas são de extrema importância para avaliar a qualidade dos alertas emitidos pelo CEMADEN.

Por gentileza, preencha o breve questionário no link abaixo: http://www.cemaden.gov.br/ocorrencias/index.php 

Confira também

28/03/2020 – Previsão de Risco Geo-Hidrológico

Previsão de riscos geo-hidrológicos para 28/03/2020   Neste sábado (28/03/2020), o cenário de risco de …